Por Silvia Reis, blogue O Dia da Liberdade

Considero-me uma Igualitarista, no sentido social e familiar, ou seja, em que ambos os pais têm direitos e deveres iguais na educação e acompanhamento dos seus filhos. Fechada a porta da dúvida sobre ser mãe ou pai a tempo inteiro, vamos falar em específico das mães.

Sim, porque um pai que fica em casa é muito vanguardista e ama realmente a sua cria, enquanto uma mãe fica em casa e não faz nada ou não faz mais do que a sua obrigação ou está a dar uma facada na luta feminista.

Confinamento, Covid e escola

Em primeiro lugar, com o confinamento, ficou claro que uma mãe que fica em casa faz, claramente, algo mais que coisa nenhuma. 24 horas sobre 24 horas com uma criança ou um bebé não é fácil, especialmente se não quisermos que as crianças fiquem como órfãos romenos.

LER MAIS

Silvia reis

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.